Os clientes dessa era compram mais do que um produto ou serviço, compram o processo, ou seja, “como você faz o que faz”!

Por Tairi T. Gomes – Biólogo, economista com especialização em Gestão da Sustentabilidade.

 

Enquanto mudanças estruturais estão vindo a passos lentos, empresas e cidadãos podem dar a sua contribuição, com mudanças de atitudes.

Dia da Terra representa a luta em defesa do meio ambiente, promovendo a reflexão sobre a importância do planeta e o desenvolvimento de uma consciência ambiental. Empresas também são intimadas a fazerem parte desta mudança. É extremamente necessário que se perguntem: qual o impacto do meu negócio no meio ambiente? E quais as formas como minha gestão pode se tornar mais sustentável para contribuir com a mudança de paradigmas? 

A data foi instituída pela Assembleia Geral da ONU em 2009 e é comemorada anualmente em 22 de abril, em todo planeta. Sua finalidade é criar uma consciência comum para proteger a Terra. As mudanças climáticas e o desenvolvimento econômico sustentável são alguns dos principais desafios atuais para as nações.

Esse dia é comemorado para nos lembrar que o nosso planeta, bem como seus ecossistemas, nos fornece vida e sustento. Dados indicam que usamos atualmente 60% mais recursos do que aquilo que pode ser regenerado, ou seja, é como se tivéssemos à nossa disposição 1,6 planetas Terra.

A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou, em Nairóbi, no Quênia, em 2019, o 6º Panorama Ambiental Global (Global Environement Outlook – GEO), com a situação desastrosa do planeta.

 

 

Os pontos mais críticos apontados são:

  • A poluição do ar é a responsável pela morte, por ano, de seis milhões a sete milhões de pessoas no mundo, e por 25% das mortes prematuras e doenças do planeta.
  • Atualmente, em nível global, 33% dos alimentos comestíveis são desperdiçados e 56% de desperdício acontece em países industrializados.
  • O índice de emissão CO² no planeta não é irremediável, e deve levar às mudanças climáticas.
  • Mais de oito milhões de toneladas de plástico que vão parar no fundo do mar, todos os anos. O lixo marinho é um problema para o qual ainda não há um acordo global.
  • Mais de 12,6 milhões de pessoas morreram de causas ambientais em 2012. Isso representou quase um quarto de todas as mortes no mundo naquele ano.

 

Existem diversas soluções que podem ser adotadas coletiva e individualmente, além, é claro, da pressão por mudanças estruturais. A forma como produzimos os alimentos, como nos movemos, as fontes de energia que utilizamos, quantos filhos temos, e que área conservamos para a vida selvagem, precisam de mudanças urgentes. 

 

10 dicas para tornar todo dia o Dia da Terra:

  • Economize água. Sim, é verdade que em algum momento a água do planeta pode acabar, por isso evite o desperdício.
  • Economize energia. Use lâmpadas econômicas. Opte por energia limpa, como solar e eólica.
  • Reduza, recicle e descarte o lixo corretamente.
  • Preserve a vegetação nativa e os cursos d’água.

 

Precisamos reverter urgente o quadro da destruição. A pandemia é um lembrete da vulnerabilidade dos seres humanos e do planeta diante das ameaças globais. 

 

Vamos pensar juntos em “como fazer”?

A Pró-Ambiente trabalha no sentido da conscientização de empresas e pessoas para a preservação do nosso planeta.