O #planejamentoambientalurbano é processo de extrema importância para os centros urbanos atualmente, auxiliando na ocupação racional e no equilíbrio ambiental! Isso porque a expansão das cidades tem um impacto #socioambiental direto!

As cidades se expandiram e houve a iminente necessidade de transformações nos ambientes urbanos com relação à melhoria da qualidade de vida. Mas o desenvolvimento das cidades tem sido feito de forma desordenada e resultando em inúmeros problemas sociais, econômicos e principalmente ambientais.

O #planejamentourbano ambiental deve ser visto como área embrionária de atuação e suporte para o desenvolvimento urbano, pois se gerido sem planejamento e de forma predatória, interfere no meio ambiente, principalmente em seus estados de conservação e sustentabilidade.

Um dado importante que pode elucidar a discussão é que apenas 18% dos brasileiros contam com serviço de coleta seletiva e 41% do lixo no Brasil vai parar onde não deveria. A destinação incorreta dos resíduos sólidos acaba por desencadear diversos problemas ambientais, se colocando como um dos grandes desafios a gestão urbana e ambiental.

Outra problemática que acaba por acarretar diversos problemas ambientais é a ocupação de áreas ambientalmente mais frágeis e a diminuição de áreas verdes na cidade. A presença de áreas verdes nos bairros, interferem na umidade do ar e regime de chuvas, por exemplo, além de facilitar a dispersão de sementes por pássaros e agentes polinizadores no meio urbano.

Além destes benefícios, as árvores localizadas dentro das cidades oferecem ótimas vantagens para a qualidade de vida e saúde de todos!

O planejamento urbano e ambiental não é a única solução para minimização de tais problemas, contudo, se mostra como uma ferramenta uma eficaz na busca por cidades mais justas e sustentáveis.

Consulte-nos para saber como a Pró-Ambiente pode auxiliar neste processo através de seus serviços: Whatsapp (19) 99608-2517 ou clique http://bit.ly/proambiente